sexta-feira, 19 de novembro de 2010

IGNORÂNCIA VOLUNTÁRIA

Lev.4:2 – “Fala aos filhos de Israel dizendo: quando alguém pecar voluntariamente contra os mandamentos do Senhor, deverá trazer uma oferta pelo pecado para fazer a expiação.”
Pecar é errar o alvo, é sair da direção dos mandamentos ordenados por Deus, mas se desconhecermos tais mandamentos há sempre meios de retornar.
A ignorância voluntária é quando sabemos o que tem que ser feito, mas não fazemos por pura arbitrariedade de um coração rebelde que não quer se submeter aos mandamentos de Deus.
Muitos agem pior que os animais que não tem inteligência, mas que reagem com sua intuição natural para preservar suas vidas ou a vida de suas crias. Alguns homens se comportam como jumento, considerado o mais estúpido dos animais. Foi assim que Balaão foi considerado, quando Deus usou sua própria jumenta para impedi-lo de pecar.
Ef.4:18 – “Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus, pela ignorância que há neles, pela dureza de seu coração.”
A falta de conhecimento da Palavra de Deus nos leva a pecar e a única forma de nos reconciliar com Deus, além de se instruir em sua palavra, é pedir perdão, que é a porta de acesso para o trono da graça.
I Jo.9:31 – “Nós sabemos que Deus não ouve a pecadores, mas se alguém é temente a Deus e faz a sua vontade, a esse ouve.”
É a nossa necessidade que nos aproxima de Deus. Quando estamos angustiados, na pior, sabemos a quem clamar.
Is.59:1 – “A mão do Senhor não está encolhida para que não possa salvar.”
Jer.33:3 – “Clama a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei cousas grandes e firmes, que não sabes.”
È melhor ouvir o que Deus tem para nos dizer, onde precisamos melhorar. Com o esclarecimento vem as mudanças e a solução para recebermos respostas positivas.
.

Nenhum comentário: