sábado, 10 de junho de 2017

SIMPLICIDADE DE ESPÍRITO



  Mt.5:3 – 'Bem-aventurados os pobres de espírito porque deles é o reino de Deus.”
O reconhecimento da soberania de Deus nos torna simples de coração, ou seja,  pobre do orgulho e da vaidade.
Gen.39:7 – “E depois destas coisas que a mulher de seu senhor pôs os olhos em José e disse: deita-te comigo.”
José administrava os bens de Potifar, seu amo, por ele o achar competente para fazê-lo; mesmo sendo mantido como escravo, José se sobressaia em seus feitos. .Além de ser competente, tinha uma bela aparência, o que chamou a atenção da esposa do seu senhor.
Quando desfrutamos de uma situação confortável, o inimigo tenta nos derrubar, e neste caso, mesmo José sendo leal ao seu senhor, acabou sendo preso, por ser caluniado pela sua esposa.
II Cr.26:1 – “Então todo o povo tomou Uzias, que era da idade de dezesseis anos, e o fizeram rei em lugar de seu pai Amazias.”
Uzias, apesar da pouca idade tornou-e um rei ativo e competente e fez o que era reto aos olhos do Senhor, o que o fez prosperar.
II Cr.226:16 –“Havendo-se fortificado, exaltou o seu coração até se corromper.” 
No início tudo bem, comportou-se como um verdadeiro varão escolhido por Deus, mas com o passar dos anos, o orgulho e a vaidade o fez se afastar do Senhor.
Precisamos ser cuidadosos com o sucesso, quando nos estribamos em nosso próprio entendimento ou nos bens que possuímos, ficamos obscurecidos e esquecemos que foi o Senhor que nos fez prosperar.
Pv.1:10 – “Filho meu, se os pecadores procuram te atrair com agrados, não aceites.”
Quando somos tentados é porque estamos ligado a Deus e incomodamos o inimigo. As tentações atingem, na maioria das vezes, nas seguintes áreas:
Sentimental – a tentação de José.
Prosperidade – a tentação de Uzias, como resultado do orgulho e da vaidade.
Começar bem e acabar mal, não deve ser o resultado de nossa dedicação à Deus.
No caso de José, sua lealdade tornou um ponto chave para conseguir chegar ao topo, sendo nomeado  primeiro ministro da casa de Faraó.
Já com Uzias, sua teimosia e sua falta de entendimento,  o levou à lepra, ficando em uma casa separada, pois foi excluído da casa do Senhor, até a sua morte.


Nenhum comentário: