quinta-feira, 1 de junho de 2017

CUMPRINDO SUAS REPONSABILIDADES




 Ap.2:2 – “Eu sei das tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes suportar os maus e pusestes à prova os que dizem ser apóstolos e não o são e tu os achastes mentirosos.”
Esta igreja, apesar de todos os elogios e de andar em conformidade com a Palavra de Deus foi advertida por ter abandonado o primeiro amor.
Precisamos estar atentos para não vacilar e tropeçar naquilo que talvez possamos presumir que não sejam prioridades. Apesar de muitas qualidades, quem deixa para trás qualquer coisa e não se arrepende não é um varão perfeito. Nossa dedicação e perseverança denotam um compromisso sério com o reino de Deus e a sua justiça.
Hab.3:2 – “Senhor aviva a tua obra até o final de nossos dias.”
Temos que ficar firmes no propósito de amar a Deus em primeiro lugar, não podemos nos esquecer de nosso primeiro amor.
Ap.2:5 – “Lembra-te e arrependa-te e pratica as primeiras obras.”
Dizem que o vinho velho é melhor, por isso, à medida que o tempo passa, precisamos aumentar o nosso amor por Deus, sempre, evitando a procrastinação, porque amanhã poderá ser tarde.
II Sam.11:1 – “E aconteceu que tendo decorrido um ano, no tempo em que os reis saem para a guerra, enviou Davi a Joabe e com ele e a todo o Israel, para que destruísse os filhos de Amon e cercassem a Rabá, porém Davi ficou em Jerusalém.”
Davi esmoreceu e não participou da guerra, ficou acomodado em seu trono, apreciando a paisagem, quando avistou uma bela mulher se banhando no rio e o seu desejo carnal prevaleceu.
Foi omisso em seu compromisso, em sua vocação como homem de guerra.
Tg.4:17 – “Aquele pois que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.”
Não podemos esquecer de nossas obrigações, nosso compromisso com Deus, com nossa família, nossa casa e nem transferí-los para ninguém. È nosso dever cumpri-los, pois é de nossa total responsabilidade.
Gen.3:6 -  “E vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou de seu fruto de comeu, e deu também ao seu marido, e ele comeu com ela.”
A cobiça dos olhos fez Eva pecar e ofereceu o fruto a Adão, e este para se justificar diante de Deus, culpou-O por lhe ter dado uma mulher.
Transferir a responsabilidade e distorcer as ordens de Deus acarretou sua expulsão do paraíso.


Nenhum comentário: