sexta-feira, 25 de março de 2016

PÁSCOA - PENSE NISSO




 II Co.5:21 – “Aquele que não conheceu o pecado, o fez pecado por nós; para que nele fossemos feitos justiça de Deus.”
Olhe para a cruz!
A cruz representa nossa reintegração ao reino de Deus, pois fomos crucificados com Cristo, e as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo.
Se veja nela, pois fomos crucificados com Cristo que no momento antes de expirar, declarou: Está consumado. Estas últimas palavras de Jesus na cruz do Calvário foi sua resposta ao Pai de que havia completado sua ordem, seu plano perfeito para a nossa salvação.
Jesus foi obediente até a morte, e morte de cruz. Os planos de Deus são imutáveis e a sua vontade absoluta precisa ser cumprida.
Qual foi nossa qualificação para que o Senhor nos escolhesse?
Rom.5:8 – “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.”
A morte sacrificial de Jesus é um novo marco em nossas vidas: ela representa  nossa reconciliação com Deus.
Jo:3:16 – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
A única forma de acesso ao reino de Deus é através de Jesus, aquele que aceitou ser na terra, nosso intercessor para o céu. Fomos transportados para o reino do filho amado do Pai. A substituição foi feita pelo Cordeiro de Deus, que nos resgatou da morte para a vida.
Cessou o sacrifício de bodes e carneiros!
Hb.10:12,13 – “Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus, até que todos os inimigos sejam postos como estrado de seus pés. ”
A certeza do amor de Deus por nós foi manifestada por meio de Jesus, pois não há um justo sequer e  todos, de igual maneira, somos destituídos da graça.
Hb.4:15- “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa se compadecer das nossas fraquezas, porém um que como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado”

Nenhum comentário: