terça-feira, 26 de setembro de 2017

TRADIÇÕES, USOS E COSTUMES



  Muitas tradições dos povos primitivos foram e continuam sendo passadas para as novas gerações através da oralidade. Usos e costumes são mantidos ordenados pelos ancestrais destas tribos, mesmo por aqueles que andam errantes pelo mundo, como os ciganos. Manter suas tradições é um importante fator para continuidade das novas gerações, sem perderem a sua identidade.
No dito popular, a melhor divulgação é a que é feita boca a boca. E Deus, conhecedor profundo da alma humana; também usa deste recurso e nos deixou a instrução:
Mc.16:15 – Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura.”
Toda a criatura está subentendido que todos terão oportunidade de ouvir as boas-novas, até que chegue o momento de sua segunda vinda.
Enquanto este momento não chega, temos que manter o padrão desta divulgação, transmitindo o evangelho a quem quiser ouvir!
Ap.3:6 – “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”
Mc.16:16 – “Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado.”
Crer no evangelho e aceitar Jesus Cristo como salvador pessoal é uma questão individual e de livre-arbítrio.
Poderá surgir uma indagação: Porque partilhar nossa fé com incrédulos?
Há muitas razões, e vamos destacar algumas:
1 - Obediência à Palavra de Deus
At.1:8 – “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, até os confins da terra.”
Ap.22:17 – “E o Espírito e a esposa (igreja) dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha, e quem quiser: tome de graça da água da vida.”
2 - Amor a Deus
Jo.14:15 – “Se me amais, guardai os meus mandamentos.”
3 - Por ser a vontade de Deus
Jo:6:39 – “E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum daqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.”
A missão principal de Jesus era o reavivamento das promessas e dos mandamentos de Deus, que foram transmitidos por ele pessoalmente. O povo precisava ser relembrado do primeiro pacto e se alinhar novamente com a Palavra de Deus, pois estavam perdidos em suas próprias tradições, inventadas de acordo com interesses comuns.
O momento da segunda vinda está sendo adiado para que haja oportunidade de conversão para todos.
I Tess.5:9 – “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a salvação, por Nosso Senhor Jesus Cristo.”
Assim como Ló foi retirado da cidade pecadora antes de sua destruição, Deus retirará sua igreja antes de derramar sua ira sobre a terra.

Nenhum comentário: