sábado, 29 de novembro de 2014

COMBATENDO O BOM COMBATE


II Sam.22:35 – “Adestrou minhas mãos para o combate, de maneira que um arco de cobre se quebra pelos meus braços.”
A vida nos leva à uma luta diária e precisamos estar preparados para  este combate; para tanto, precisamos escolher quem deve batalhar conosco.
Um exército bem preparado está destinado à vitória, e o exército dos filhos de Deus é composto de homens valorosos, fortes no espírito e fortes na fé. A seleção não pode ser apenas física!
Jl.3:9,10 – “Proclamai isto entre as nações, santificai uma guerra: suscitai os valentes; cheguem-se, subam todos os homens de guerra. Forjai espadas das vossas enxadas, e lanças das vossas foices: diga o fraco: Eu sou forte.”
Neste texto podemos fazer uma comparação com a instrução deixada por Jesus para a propagação do evangelho, pois os instrumentos para semeadura foram transformados em armas de combate.
A batalha ferrenha nos dá a oportunidade de Deus mostrar que ele é o Senhor dos Exércitos, e  ele quer ser glorificado através disto.
Quando Gideão foi convocado para enfrentar o exército inimigo selecionou trinta e dois mil homens, mas o Senhor falou:
Jz.7:2 – “Muito é o povo que está contigo, para eu dar os midianitas em sua mão: a fim de que Israel não se glorie contra mim, dizendo: a minha mão me livrou.”
Desta primeira peneirada, vinte e dois mil retrocederam, restando ainda dez mil homens, que foram submetidos a um teste, sobrando apenas trezentos valentes que lamberam a água, pois estavam de prontidão para qualquer ataque surpresa.
Nas batalha do Senhor não participam os medrosos, os tímidos e os covardes.
II Tim.1:7 – “Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.”
Temos que ser ousados quando estamos servindo ao Senhor, a ação rápida, mesmo que às vezes pareça irracional é o que determina a vitória. A prontidão faz a diferença!
O medo nos paralisa, repreenda este espírito de medo em sua vida!
Golias era um gigante e foi derrotado por Davi, que estava apoiado no Senhor.
I Sam.17:47 – “E saberá esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor  é a guerra, ele vos entregará na nossa mão.”
Eu e o Senhor formamos um todo e estamos aptos a enfrentar qualquer batalha.
O poder de Deus está sempre disponível para enfrentarmos qualquer dificuldade e não devemos questionar sobre a sua fidelidade.
Que possamos dizer como Paulo:
II Tim.4:7 – “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”



Nenhum comentário: