sábado, 6 de dezembro de 2014

ATENÇÃO AO CONVIDADO


Lc.10:40 – “Marta, porém, andava distraída com muitos serviços; esta se aproximando disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.”
O convite para Jesus entrar em sua casa, havia partido de Marta, mas quem deu atenção à ele foi Maria; só servir, é entendimento errado!
O erro está em convidar, e depois não dar a devida atenção ao convidado. Quando visitamos alguém é porque queremos desfrutar de sua companhia e também ouvir o que ela tem para partilhar. Mas, quando ainda lançamos culpa ou cobrança em quem não está ajudando, merecemos uma reprimenda como a que Jesus deu:
Lc.41.42 – “Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária, Maria escolheu a melhor parte, a qual não será tirada.”
Muitas vezes nosso erro e querer mostrar nosso trabalho e a dedicação com que fazemos, com o intuito de sermos valorizados, e ainda gostamos de criticar os outros que não procedem da mesma forma. Esta crítica demonstra a incapacidade de sentar e ouvir o que o Senhor quer nos revelar através de nossa comunhão.
Jo.5:2 – “Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque chamado Betesdá, o qual tem cinco alpendres. Neste jazia grande multidão de enfermos, cegos mancos e ressicados, esperando o movimento das águas.”  Neste capítulo narra-se a história de um homem que há 38 anos esperava o movimento das águas, mas por falta de alguém para ajudá-lo, não conseguia imergir para ser curado. Este homem sofria da mesma síndrome de Marta, necessitando de ajuda humana.
A dependência tem que ser de Deus para que os milagres aconteçam!
Quando convidamos o Senhor Jesus para fazer parte de nossa vida, não precisamos  nos afadigar, mas somente ouvir e obedecer suas instruções.
Jesus lhe disse: Levanta toma a tua cama e anda (Jo.5:8).
Nosso serviço a Deus tem que estar baseado naquilo que já foi feito e transformado em nossas vidas, através de sua palavra.
Rom.7:6 – “Mas agora tendo sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo que estávamos acostumados, para servi-lo em novidade de espírito, e não na velhice da letra.”
Se estamos ainda aprisionados aos rudimentos do mundo não conseguiremos alcançar a graça que Jesus colocou à nossa disposição.
Está se aproximando o Natal, será que você está preparado para dar atenção ao principal convidado?




Nenhum comentário: