quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

JESUS - NOSSO ADVOGADO NO CÉU




Advogado é a pessoa que contratamos para ser nosso defensor em juízo, o mediador, protetor e intercessor a nosso favor com argumentos e razões plausíveis para nossa justificação, quando enfrentamos uma acusação injusta, quando somos lesados em qualquer circunstância. Ele nos representa judicialmente perante o juiz. Temos este contrato, ou esta aliança com Jesus, que é nosso advogado no céu.
I Jo 2:1 “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, porém, alguém pecar, temos um Advogado, para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.”
Nosso defensor, Jesus, recebe nossas causas e aperfeiçoa nossa defesa contra nosso opositor. Assim como os anjos, emissários de Deus a nosso favor, aperfeiçoam nossos louvores e adoração, Jesus nosso sumo sacerdote, nosso intercessor, aperfeiçoa nossas petições para que sejam aceitas e respondidas no trono da graça!
Hb.4:14,16 – “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, o filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Pois não temos um sumo sacerdote que não possa se compadecer de nossas fraquezas, porém um, que como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.  Cheguemo-nos, pois, com confiança ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno.”
Portanto, quando enfrentarmos qualquer situação de injustiça, não temos necessidade de nos defender. Apenas devemos entregar nossas petições ao nosso justo Juiz.
Rom.8:33 – “ Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus que os justifica.”
Quando recusamos nos defender ficamos escondidos sobre a graça e o julgamento de Deus e sua mão nos acolhe com misericórdia.
I Pe.2:23 – “Jesus, quando ultrajado não revidava com ultraje, mas entregava-se aquele que julga retamente.”
A defesa, a justiça e a punição devem partir do justo juiz, porque nossas justiças, segundo a palavra, são trapos de imundície (Is.64:5).
Toda vez que tentarmos nos defender deixaremos ser levados por nossas mágoas, ressentimentos e orgulho, e, certamente o orgulho irá falar: Defenda-se! Mas Jesus disse: Entre em acordo com seu adversário (Mt.25:26)
Sempre existirá um paralelo entre nossa vida espiritual e nossa vida secular. Jerusalém espiritual tem um encaixe perfeito para Jerusalém terrena!
Cada um de nós tem um encaixe perfeito, apenas o nosso corpo carnal tem que sofrer a lapidação necessária para este encaixe. O velho homem tem que ser abandonado para que o novo homem ressurja, não só a imagem de Deus, mas também a semelhança. A semelhança nos foi tirada no momento que Adão pecou! Esta semelhança só é restaurada à medida que largamos as crostas do pecado.
Estas crostas são como telas restauradas por pintores incapazes que nos tiram a autenticidade, a originalidade.
Fomos criados para sermos cidadãos dos céus, com todos os direitos de filhos de Deus, cheios da plenitude que há em Cristo Jesus.

Nenhum comentário: