sábado, 27 de agosto de 2016

SINAL DE ALARME





 Gal.1:6,7 –“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou a graça de Cristo para outro evangelho.”
Nesta carta, Paulo estava admoestando aos Gálatas sobre a importância de serem vigilantes, não deixando se inquietar quanto à pregações enganosas.
Estamos enfrentando atualmente situações semelhantes, onde falsos profetas e ensinos errados e confusos proliferam.
Gal.1:6,8 – “Mas ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.”
Para evitarmos qualquer tipo de confusão, aceitando falsas doutrinas, precisamos estar vigilantes.
At.10:17 – “Esta, seguindo Paulo e a nós clamava dizendo: Estes homens que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Altíssimo.”
Esta jovem possuía um espírito de adivinhação (At.16:16), e isto procede do inimigo, embora a informação dada fosse correta.
At.16:18 – “E isto fez ela por muitos dias, mas Paulo, perturbado voltou-se e disse ao espírito: Em nome de Jesus, te mando que saias dela, e na mesma hora saiu.”
Quando uma coisa nos perturba, geralmente procede do maligno. Por maior verdade que pareça, quando não cai bem em nosso coração, estamos recebendo um sinal de alerta.
O Espírito Santo é nosso sinal de alarme, nosso ponto de equilíbrio, e, quando somos perturbados, este nosso relógio interior logo sinaliza.
Pv.16:32 – “Melhor é o que governa o seu espírito do que o que toma a cidade.”
Em todo o tempo precisamos estar com este sinal de alerta ligado!
Mt.26:41 – “Vigiai e orai, para que não caiais em tentação.”
A vigilância é um fator importante para evitarmos brechas.
I Co.10:12 – “Aquele pois que cuida esta em pé, olhe que não caia.”
Pequenos descuidos podem nos levar ao fracasso, se realmente estivermos envolvidos com o reino de Deus, causando grandes prejuízos.
Ct.2:15 – “Apanhai-me as raposas, as raposinhas que fazem mal as vinhas, porque nossas vinhas estão em flor.”
Quando estamos investindo no reino de Deus, plantando a boa semente, precisamos estar vigilantes, porque um simples descuido pode prejudicar uma boa colheita.

Nenhum comentário: