quinta-feira, 6 de abril de 2017

OS INSONDÁVEIS CAMINHOS DE DEUS




 Rm.11:33 – “Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus. Quão insondáveis são os teus juízos e quão inescrutáveis são os teus caminhos! Quem primeiro deu a Ele, para depois receber? Porque Dele e por Ele e para Ele são todas as coisas; glória pois a Ele, eternamente.”
Nada temos a oferecer a Deus, a não ser nossa disponibilidade de servi-lo com inteireza de coração, o pouco que tivermos disponível, pode ser usado para produzir grandes milagres em nossas vidas.
Em II Reis 4, relata-se a história de uma viúva endividada que estava a ponto de perder seus dois filhos, que serviriam de escravos ao seu credor. Desesperada, foi pedir socorro ao homem de Deus, Eliseu, que lhe perguntou: O que tens em casa?
Ela respondeu-lhe: Uma botija com azeite. O profeta então lhe orientou para que providenciasse mais botijas com a vizinhança e todas as vasilhas foram cheias de azeite.
Quando a viúva anunciou este milagre ao homem de Deus, este tornou a orientá-la para que vendesse todo o azeite, pagasse a dívida e o restante seria para sua sobrevivência familiar.
Deus é um Deus de abundância e pode multiplicar aquilo que temos!
Na multiplicação dos pães, foram usados dois peixes e cinco pães, este milagre se originou desta pequena porção que alimentou uma multidão.
A viúva de Sarepta (I Re.17:9) foi abençoada quando ofereceu sua última refeição ao profeta e não lhe faltou alimento até o fim da estiagem.
Na oferta lançada pela viúva que tinha apenas duas moedas, Jesus falou que ela havia dado mais que todos, e que isto jamais seria esquecido (Lc.21:3). O nardo puro derramado nos pés de Jesus, foi de um valor inestimável para ele (Jo.12:3).
Deus está interessado em nós e a nossa disponibilidade de entrega jamais será desprezada.
Olhar para o invisível de Deus, para o sobrenatural nos leva a desfrutar de sua abundância. Investir no reino de Deus é ter certeza de lucros eternos.
Que adianta o homem ganhar o mundo e perder sua alma?
Olhar além das circunstâncias, porque o que agora vemos é temporal.
Riquezas eternas, este é o projeto de Deus para nós.



Nenhum comentário: