quinta-feira, 28 de abril de 2016

HPOCRISÍA - O MAL DA HUMANIDADE




Hb.1,2 – “Até quando, Senhor, clamarei e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não me salvarás? Porque razão me mostras a iniqüidade e me fazes ver a opressão? Pois que a destruição e a violência estão diante de mim, havendo também quem suscite à contenda e ao litígio? Por esta causa a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta: porque o ímpio cerca o justo, e a justiça se manifesta distorcida.”
Esta foi uma explosão de indignação do profeta Habacuque diante da situação de seu povo que enfrentava a tirania dos assírios: os nobres submetiam, oprimiam, extorquiam e escravizavam os mais pobres. O silêncio de Deus diante desta circunstância o levaram a este clamor desesperado.
Geralmente, Deus se silencia antes de promover um grande livramento: Cale-se diante de Deus toda a terra!
Sl.46:9,10 – “Ele faz cessar as guerras até o fim da terra, quebra o arco, corta a lança; queima os carros no fogo. Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus.”
Ap.8:1 – “E havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu por quase meia hora”.
Vivemos atualmente numa situação semelhante, vendo os nossos “nobres” nos oprimindo e escravizando e os valores reais sendo totalmente distorcidos, numa hipocrisia desmedida.
O que é ser um hipócrita?
Hipócrita é alguém que além de simular virtudes que não tem, tentam enganar os outros  e até a si mesmo. Suas atitudes de “bom moço” levam-no a crer que está agindo corretamente, sempre “desejando” que tudo seja “cumprido rigorosamente” dentro da lei.
Estamos cansados desta farsa!
Diariamente somos expostos a este teatro de pessoas proeminentes ditando ordens que nunca serão cumpridas por eles, e impondo uma escravidão a qual não se submetem.
Até quando veremos esta situação? Será que esta multidão de mascarados nunca tirarão seus disfarces?
Minha maior decepção no momento é com os maiorais (ou amorais), que ocupam cargos de relevância, sendo muito bem pagos para isto e roubam o direito dos menos favorecidos com o maior descaso, sem o mínimo de pudor.
Isto é um caso de polícia! Mas onde está a polícia? Encurralados em seus quartéis, obedecendo ordens dos tais maiorais corruptos.
A impunidade crassa nosso país. Um país que tinha tudo para dar certo, se a justiça funcionasse. Como retomar a lei e a ordem se os exemplos que vemos nos deixam aturdidos na confusão de dólares e reais guardados em fundos de porões e que nunca sabemos qual o destino que será dado a tamanhas apreensões.
Porque nossos políticos, eleitos pelo voto do povo com seus discursos que irão melhorar nossa situação, quando chegam ao poder, a primeira coisa que fazem é melhorarem seus salários?
Os policiais, os que trabalham no judiciário, diante do caos atual, paralizam suas atividades para protestarem de seus aumentos salariais, quando os que ganham menos recebem em torno de seis mil reais? E quem ganha um salário mínimo, como fica?
É vergonhoso. Como diria Boris Casoy: Isto é uma vergonha!



Nenhum comentário: