quarta-feira, 21 de setembro de 2016

ODE À PRIMAVERA


Sl.65:9:13 – “Tu visitas a terra e a refrescas, tu a enriqueces grandemente com o rio de Deus, que está cheio de água, tu lhe das o trigo, quando assim a tens preparado. Enches de águas os seus sulcos, regulando a sua altura, amolece-a com a muita chuva; abençoa as suas novidades. Coroas o ano da sua bondade, e as suas veredas destilam gordura. Destilam sobre os pastos do deserto, e os outeiros cingem-se de alegria, os campos cobrem-se de rebanhos, e os vales enchem-se de trigo, por isso eles se regozijam e cantam.”
Estamos na primavera, estação dos frutos e das flores onde Deus nos premia através de chuvas abundantes.
Sl.l04:30 – “Envias o teu Espírito, e são criadas todas as coisas, assim renovas as face da terra.”
Sua grandeza não nós é revelada apenas em nosso espírito, mas também na matéria, nas coisas que criou para podermos desfrutá-las com alegria de sabermos que somos a geração eleita, chamada das trevas para sua maravilhosa luz.
Sl.104:24 – “Ó  Senhor, quão variadas são as tuas obras! Todas as fizeste com sabedoria; cheia está a terra de todas as suas riquezas.”
Que por um instante possamos nos deliciar com as obras de suas mãos, que nossos sentidos sejam aguçados para apreciar:
- o perfume das flores
- o cantar dos passarinhos
- o vagar das ondas do mar
- a riqueza de nossas matas
- o céu e o mar infinito
- o amanhecer
- o por do sol
- o cantar do galo
- o sorriso de uma criança
O olfato, a visão, o tato, o ouvir e o falar podem expressar o nosso amor para vivermos a plenitude do que Deus Criador fez  e louvá-Lo por todas estas maravilhas!
A nossa fé de que Ele existe; e que está no controle de todas as coisas, e se torna galardoador daqueles que O buscam com inteireza de coração.
O amor humano é apenas um pequeno reflexo do amor de Deus.

Nenhum comentário: