segunda-feira, 14 de novembro de 2016

PROVISÃO DE DEUS




Mat.6:25 – “Não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer e de beber, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais que o alimento e o corpo mais que o vestuário?”
 No sermão do monte, Jesus faz esta interrogação aos seus ouvintes e continua dizendo: Olhai as aves do céu...não lhes falta alimento... Olhai os lírios do campo... não tecem e se vestem melhor que Salomão... E completa: se Deus assim alimenta as aves e veste os lírios, por que andamos ansiosos com tais coisas, se valemos muito mais?
Mat.6:34 – “Portanto, não andeis ansiosos pelo dia de amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo.Basta a cada dia seu próprio mal.”
 Nossa vida atual é transformada numa roda-viva tão grande, que vivemos cheios de preocupação e ansiedade. O stress e a ansiedade transformaram-se no mal do século e muitos, para ter um pouco de tranqüilidade, recorrem a antidepressivos, calmantes, bebidas, drogas etc. A preocupação nada mais é do que a ocupação antecipada de nossa mente: pré (antes) ocupação (lotação) com fatos ainda inexistentes, nos tirando o equilíbrio e nos enfraquecendo quanto às nossas esperanças.
Na travessia do deserto os israelitas recebiam a provisão diária do maná e à medida de seu apetite. O único dia em que podia ser guardada a porção dobrada era para o descanso sabático. Todos os que tentavam guardar além de sua necessidade viam que no dia seguinte o maná estava bichado.
Por que será que temos tendência de nos afligir por algo que ainda não aconteceu? Posso lhe responder que este veneno nos foi inoculado pelo inimigo de nossas almas, para que nossa paz fosse roubada, porque o medo do que nos possa ocorrer no futuro nos tira da ação que temos que ter no presente. Existe um provérbio do povo que diz: ”o futuro a Deus pertence”. Mas será que deixamos o que pertence a Deus a seus cuidados?
Sl.37:5 – “Entrega teus caminhos ao Senhor e o mais Ele fará.”
Esta é a ação correta diante do nosso Deus, porque “Ele nos sonda e nos conhece e sabe do nosso assentar e nosso levantar “(Sl.139). O livro de Lucas (12 vs. 16 a 26) conta-nos uma parábola de um homem rico e insensato que só pensava na abundância de seus haveres e não buscava a riqueza de sua alma nem a provisão dos que confiam em Deus...
Acumular riquezas é um trabalho tão envolvente que logo passa a controlar nossas vidas tomando a primazia de Deus. A ansiedade, a preocupação, o medo revelam nossa falta de fé e a separação de nosso Criador.
Na oração do Pai-Nosso está escrito: O pão nosso de cada dia nos dai hoje...
É o hoje que tem de ser vivido, é o hoje que nos importa, é o hoje que tem que ter qualidade para que haja um amanhã melhor.
Fil.4:19 – “E o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus.”
Eu quis falar através disso que o que mais necessitamos é ter fé, esperança e amor, e declarar que a cada dia haja um novo renascimento dos projetos que Deus tem para cada um individualmente e mais um motivo para sermos felizes. Somos mais que vencedores pela graça vivificadora de Jesus!

Nenhum comentário: